///
o segundo número do recibo foi sair apenas em 2006 como desdobramento da residência que Traplev realizou em Avellaneda, na Argentina, El Basilisco. A partir desse número o recibo começa a ser um projeto do artista, nesse em específico registra o processo de trabalho e distribuí um pouco mais de 50 exemplares na própria residência na Argentina e cerca de 10 exemplares no Brasil.
< voltar